Empresa Inspeção em Vasos de Pressão em Goiânia – Goiás

Tudo que sua empresa precisa saber sobre Inspeção em Vasos de Pressão em 2020.

Vasos de pressão estão presentes em, praticamente, todas as indústrias. Todo processo produtivo possui, direta ou indiretamente, alguma máquina, equipamento ou acessório que trabalhe com fluido pressurizado e que demande, consequentemente, um sistema pressurizado para viabilizar sua operação.

Por trabalharem com pressões acima da atmosférica, esses equipamentos podem se tornar uma grande fonte de perigo, principalmente se não forem tomadas as devidas providências para sua operação segura. Por esse motivo, a NR 13 traz uma série de requisitos que devem ser atendidos, visando a manutenção da integridade e da segurança dos vasos de pressão.

Vasos de Pressão são reservatórios projetados para resistir com segurança a pressões internas diferentes da pressão atmosférica, ou submetidos à pressão externa, cumprindo assim a sua função básica no processo no qual estão inseridos.

Os vasos de pressão são utilizados em diversos processos atualmente e existem em números bem maiores que as caldeiras. Trabalhando com diversos tipos de fluido, os vasos são cruciais para o funcionamento da maior parte das indústrias nos dias de hoje. Por trabalharem sob pressão e, ainda, poderem trabalhar com fluidos tóxicos, inflamáveis ou combustíveis, para que tenham sua segurança garantida, devem ser inspecionados por profissionais habilitados.

Empresa Inspeção Vaso de Pressão

POR QUE É IMPORTANTE A INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO PARA TODAS AS EMPRESAS?

Apesar de, em sua grande maioria, serem equipamentos mais simples que as caldeiras, pode-se considerar os vasos de pressão mais perigosos. Isso deve-se a existirem muito mais vasos de pressão do que caldeiras, nas empresas que possuem esses equipamentos. Obviamente, a probabilidade de ocorrer acidentes em uma caldeira é muito maior do que em vasos de pressão, devido à sua complexidade. Contudo, a grande quantidade de vasos de pressão existente nas empresas faz com que o número se acidentes em vasos de pressão supere, e muito o de caldeiras.

O QUE É IMPORTANTE SUA EMPRESA SABER SOBRE INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO?

  • Classe de fluido
  • Potencial de risco
  • Categoria
  • Itens obrigatórios
  • Instalação
  • Operação
  • Placa de identificação
  • Documentação obrigatória
  • Capacitação de operador
  • Inspeção de vaso de pressão
  • Dispositivo de segurança
  • Indicador de pressão

DE QUANTO EM QUANTO TEMPO EU PRECISO FAZER INSPEÇÃO EM VASOS DE PRESSÃO?

Toda empresa que possua vasos de pressão precisa atender às exigências descritas na Norma Regulamentadora NR 13. Ela estabelece requisitos mínimos para gestão da integridade estrutural de vasos de pressão nos aspectos relacionados à instalação, inspeção, operação e manutenção, visando à segurança e à saúde dos trabalhadores. Confira abaixo quando cada tipo de inspeção deve ser realizada.

Inspeção em Vaso de Pressão

INSPEÇÃO INICIAL

A NR 13 estabelece que a inspeção de segurança inicial deve ser realizada em vasos de pressão novos, antes de sua entrada em funcionamento, no local definitivo de instalação, devendo compreender exames externo e interno.

Para vasos de pressão que não possuam comprovação documental de que tenha sido realizado teste hidrostático (TH) em sua fase de fabricação, o mesmo deve ser realizado durante a inspeção de segurança inicial.

INSPEÇÃO PERIÓDICA

A NR 13 estabelece uma periodicidade máxima que podem ser realizadas as inspeções periódicas de segurança nos vasos de pressão. Essa periodicidade máxima varia com a categoria do vaso, conforme a tabela abaixo (para estabelecimentos que não possuem SPIE):

CATEGORIA DO VASOEXAME EXTERNOEXAME INTERNO
I1 ANO3 ANOS
II2 ANOS4 ANOS
III3 ANOS6 ANOS
IV4 ANOS8 ANOS
V5 ANOS10 ANOS

Vasos de pressão com temperatura de operação inferior a 0 ºC (zero graus Celsius) e que operem em condições nas quais a experiência mostre que não ocorre deterioração devem ser submetidos a exame interno a cada 20 (vinte) anos e exame externo a cada dois anos.

Contudo, a norma deixa claro que, apesar desses prazos máximos, é responsabilidade do Profissional Habilitado (PH) determinar o prazo para a próxima inspeção. Inclusive, conforme exigência da NR 13, o Profissional Habilitado deve colocar, no relatório de inspeção, a data prevista para a próxima inspeção.

INSPEÇÃO extraordinária

A inspeção de segurança extraordinária deve ser realizada nas seguintes oportunidades:

  • sempre que o vaso de pressão for danificado por acidente ou outra ocorrência que comprometa sua segurança;
  • quando o vaso de pressão for submetido a reparo ou alterações importantes, capazes de alterar sua condição de segurança;
  • antes do vaso de pressão ser recolocado em funcionamento, quando permanecer inativo por mais de 12 (doze) meses;
  • quando houver alteração do local de instalação do vaso de pressão, exceto para vasos móveis.

Conheça como os vasos de pressão são classificados

Vaso de Pressão

Vasos de pressão são reservatórios projetados para resistir com segurança a pressões internas diferentes da pressão atmosférica, ou submetidos à pressão externa, cumprindo, dessa forma, a sua função básica no processo no qual estão inseridos.

Pela própria definição da NR 13, em seu item 13.5.1.1, vasos de pressão são:

Vasos de pressão são equipamentos que contêm fluidos sob pressão interna ou externa, diferente da atmosférica.

Classificação

Os vasos de pressão são classificados em categorias segundo a classe de fluido e o potencial de risco de cada um:

  • Classe do fluido: o fluido contido em cada vaso de pressão é classificado nas classes A, B, C e D, considerando o risco que transmite aos trabalhadores e instalações segundo sua toxicidade, inflamabilidade e potencial de causar danos.
    • Quando se tratar de mistura, é considerado o fluido que apresenta maior risco de acordo com sua classe.
  • Grupo de potencial de risco: essa classificação ocorre em função do produto P.V, ou seja, multiplicação da pressão (P) máxima de operação, em Mpa (em módulo¹), e o volume (V) em m³.

A tabela a seguir mostra a classificação dos vasos de pressão de acordo com os requisitos acima.

Informações extras: 

Tipos de vasos de pressão

Quanto a presença ou não de chama

  • Sujeitos a chamas: usados em locais onde existe a presença de fogo (fornos);
  • Não sujeitos a chamas: não apresentam necessariamente a presença de fogo, mas podem trabalhar em temperaturas elevadas (vasos de armazenamento e acumulação, torres de destilação fracionada, entre outras);

Quanto ao formato/geometria

  • Cilíndrico: de fabricação fácil, que permite o uso de chapas inteiras, é o vaso mais utilizado nas indústrias em geral, por ter uma ampla faixa de serviços;
  • Esférico: em teoria, esse é o formato ideal para os vasos de pressão, pois é possível conseguir menor espessura de parede e, consequentemente, menor peso, porém possui alto custo de fabricação e ocupam muito espaço.
  • Cônico: empregados para seção de transição entre dois corpos cilíndricos, de diâmetros diferentes.

Quanto à posição de instalação

  • Vertical
  • Horizontal
  • Inclinados

Conheça os 5 Documentos obrigatórios relacionados a Inspeção em vasos de pressão que sua empresa precisa

O item 13.5.1.6 da norma, informa que o vaso de pressão deve possuir, em seu local de instalação, uma série de documentação atualizada, que são:

  • Prontuário do vaso de pressão;
  • Registro de segurança;
  • Projeto de alteração ou reparo (PAR);
  • Relatório de inspeção de segurança;
  • Certificados de calibração dos dispositivos de segurança.

Vale lembrar:

Dispositivos de segurança obrigatórios

  • Válvula de segurança ou outro dispositivo de segurança com pressão de abertura igual ou inferior à PMTA, instalado diretamente no vaso ou no sistema que o inclua;
  • Dispositivo de segurança ou outros meios previstos no projeto, para vasos de pressão submetidos a vácuo;
  • Meios para evitar o bloqueio inadvertido de dispositivo de segurança (Dispositivo Contra Bloqueio Inadvertido – DCBI);
  • Instrumento que indique a pressão de operação, instalado diretamente no vaso ou no sistema que o contenha.

quais as medidas para garantir a segurança da operação relacionada a vasos de pressão?

É necessário seguir algumas medidas para garantir segurança durante a operação de equipamentos que trabalham sob pressão, como é o caso de alguns vasos de pressão. Essas medidas estão dispostas no item 13.5.3, da NR 13.

13.5.3.1 Todo vaso de pressão categoria I ou II deve possuir manual de operação, onde estiver instalado, em língua portuguesa e em local de fácil acesso aos operadores, contendo, no mínimo:

  • Procedimentos de partidas e paradas;
  • Procedimentos e parâmetros operacionais de rotina;
  • Procedimentos para situações de emergência;
  • Procedimentos gerais de segurança, saúde e de preservação do meio ambiente.

Qual o profissional habilitado para fazer a inspeção em vasos de pressão?

A realização da inspeção de segurança é um serviço extremamente complexo e, obviamente, não pode ser realizada por qualquer profissional, mas qual ou quais os profissionais que estão aptos a realizar inspeção em caldeiras, vasos de pressão, tubulações e tanques metálicos?

Nós escrevemos sobre esse assunto no artigo: https://artemec.com.br/empresa-inspecao-em-caldeiras-em-goiania-goias/

Clique aqui para ler o parágrafo destinado a esse assunto: Qual o Profissional Habilitado para Realizar a Inspeção?

Os vasos de pressão serão periodicamente submetidas a inspeções de segurança, por engenheiro ou empresa especializada, inscritos no Ministério do Trabalho, de conformidade com as instruções que, para esse fim, forem expedidas.

Na teoria, o PH é o profissional responsável por atestar que uma caldeira, vaso de pressão, tubulação ou tanque metálico esteja apto a operar com segurança.

O termo PH surgiu apenas com a grande revisão da NR 13 de 1994 (Portaria SSST nº 23, de 27 de dezembro de 1994).

joao-pedro-bravo
João Pedro Bravo
Engenheiro de Inovação

Sobre o Engenheiro autor desse conteúdo especial e exclusivo sobre como escolher uma excelente empresa de inspeção de VASOS DE PRESSÃO

João Pedro Bravo é Engenheiro Mecânico formado na 1ª turma de Engenharia Mecânica da UFG. Trabalhando com inspeções desde 2013, possui cursos de especialização no IBP (Instituto Brasileiro de Petróleo, Gás e Biocombustíveis) que é a referência nacional na área de inspeções. Já participou, direta ou indiretamente, de mais de 240 inspeções em caldeiras, mais de 2.700 inspeções em vasos de pressão e do treinamento de mais de 400 pessoas.

Com um MBA de Inovação, Empreendedorismo e Estratégia competitiva na bagagem, é aficionado por desenvolver soluções criativas e inovadoras que tem como finalidade principal mudar a maneira como a engenharia é oferecida, gerando mais valor às empresas que atende. Já impactou mais de 260 empresas (em sua maioria, indústrias), que já economizaram mais de 26 milhões de reais com a metodologia inovadora que desenvolveu.

Atualmente cursando um MBA de Gestão Comercial e Inteligência de Mercado, atua como Engenheiro de Inovação e Desenvolvimento de Novos Negócios na Artemec Engenharia, com a finalidade de expandir a empresa e levar às indústrias as soluções em NR 13 que desenvolve.

Quem é a Artemec? O que fazemos de diferente?

A Artemec atua no mercado nacional oferecendo o melhor em Inspeção de Segurança, Treinamentos e Laudos Técnicos.

Empresa Goiânia

Com mais de 30 anos de mercado e sediada em Goiânia – GO, a Artemec Engenharia atua em todo o território nacional oferecendo o melhor em Inspeções de Segurança e Treinamentos, tornando-se referência nesse setor. Durante esse tempo, vem construindo sua história buscando a satisfação de seus clientes, entregando-lhes qualidade, agilidade e segurança, garantindo o atendimento às legislações.

Saiba um pouco sobre os dados de destaque de nossa empresa no mercado goiano:

Caldeiras Inspecionadas: 245
Vasos de Pressão Inspecionados: 2.853
Não conformidades levantadas: 4.223
Valor economizado: R$ 35.198.272,13 (desde maio de 2018)
Colaboradores Treinados: 431
Empresas atendidas: 267 (04/2014 para cá)
Atuação no Mercado: +30 anos

Atendemos todo o mercado goiano, atenção as cidades:

Goiânia – GO
Av. São João, 200 ∙ Vila São João CEP: 74.815-475

Rio Verde – GO | Anápolis – GO | Aparecida de Goiânia – GO | Jataí – GO | Cristalina – GO | Itumbiara – GO | Trindade – GO | Mineiros – GO | e outras.

Conheça Nossos Clientes

A Artemec conta com uma vasta lista de clientes, englobando empresas de expressão regional, nacional e internacional em diversos segmentos, entre eles: alimentício, hospitalar, farmacêutico, laticínios, hotelaria, mineração e siderurgia e outros mais. Nosso principal objetivo é atender às solicitações de nossos clientes com agilidade, qualidade e comprometimento que merecem, buscando sempre a satisfação e estreitamento de nossa relação.

Ligue Agora
1
FALE COM UM ESPECIALISTA EM NR 13.

(62) 3609-0001